Bem-estar

Dificuldade de concentração solucionada de uma vez por todas

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

Possivelmente, algum dia todos nós devemos passar por um momento em nossas vidas onde uma grande quantidade de tarefas serão demandadas de uma única vez e uma hora ou outra será enfrentada a dificuldade de concentração.

Confirmando este fato, a gente deve se perguntar: como se concentrar? Existe algum exercício de concentração? O dilema de como focar nos estudos, no trabalho ou no esporte, exige uma mudança de hábito e a realização de novas iniciativas. Então continue lendo este artigo e veja que existe um único hábito que poderá resolver de uma única vez sua dificuldade de concentração.

Quatro principais razões para a dificuldade de concentração

Antes de qualquer coisa, precisamos entender que existem inúmeros fatores que podem levar a falta de concentração, então mapeamos aqui os mais comuns, com o objetivo que você se identifique com eles mais facilmente. Seja você um atleta, um estudante, ou mais um trabalhador extremamente atarefado:

1. Stress:

Quase um padrão, o fator mais comum entre as pessoas para a dificuldade de concentração é o stress, basicamente, quanto mais atividades você está sendo demandado, em muitas vezes, mais stress você acumulará. A quantidade de atividades é um problema quando mal administrada, porém o ponto aqui é o quão estressado você se sente com elas, pois o alto nível de stress dificultará a concentração para efetuar qualquer uma destas atividades, criando um efeito dominó e uma grande bola de neve.

2. Multi obrigações:

Multi obrigações, ou o exagero de atividades a serem realizadas não é sinônimo de sucesso, com o passar dos anos, somos demandados a fazer o máximo de coisas possíveis no menor tempo possível, involuntariamente nós mesmos já tendemos a realizar atividades simultâneas, misturando duas ou mais atividades ao mesmo tempo, tendo em alguns casos a falsa ilusão de ser mais produtivo, seguindo aquele velho conceito do: tempo é dinheiro. Mas isso já é cientificamente comprovado que o exagero em assumir tarefas e obrigações podem levar a erros nos resultados das atividades e não fazem bem ao cérebro, que por sua vez, tende a encontrar mais dificuldade de concentração em longo prazo, já que está acostumado e estimulado a pular várias vezes entre demandas e tarefas, muitas vezes ininterruptos.

3. Questões físicas:

Um fator que pode parecer evidente para alguns, mas as vezes não tão claro para outros, são os problemas físicos e mentais, devido a lesões ou doenças e em muitas vezes provenientes pela falta de exercícios físicos, são fatores que podem subir e muito seus níveis em dificuldade de concentração. É preciso ter uma afinidade entre seu corpo e sua mente.

4. Ausência de desafios:

Talvez o fator para a dificuldade de concentração mais interessante até aqui, que de modo geral passa despercebido pela grande maioria, porém a carência de desafio em nossas vidas deixam nosso cotidiano um verdadeiro tédio. Pense pelo lado da sua rotina, as vezes sair da sua zona de conforto pode ser difícil, mas não podemos deixar de negar que em um certo momento, ao receber uma atividade nova, seu nível de concentração para ela irá aumentar. Basicamente, se vivemos no piloto automático, dificilmente sua mente será estimulada a novas atenções, pois já estará acostumada e programada para a rotina e em algum momento, perderá a atenção total nas ações esperadas.

Um remédio para concentração

Foto: Shutterstock

Alguns estudos e profissionais já indicaram inúmeros fatores para os ganhos em concentração, porém muitos deles exigem diversas iniciativas e mudanças em paralelo. E se fosse possível com apenas uma atividade conseguirmos resolver os quatro tópicos anteriores? Sim, isso é possível, não é exatamente um remédio, mas sim, uma prática que pode ampliar os níveis de concentração.

O nome deste remédio é a prática da escalada. Para quem já é do meio do montanhismo e da escalada já sabe, que para a prática da escalada você precisa ter a capacidade de se concentrar e abstrair diversos fatores que lhe perturbam, controlando seus pensamentos e também hábitos, principalmente focando no momento presente, de forma completa e por inteiro.

A escalada para ganhos de concentração na rotina

Considerando a escalada como sendo basicamente a prática esportiva de subir uma parede ou uma rocha já conseguimos resolver o tópico 3 e 4 listados acima. As questões físicas obviamente a prática de um esporte é totalmente indicada, porém na prática da escalada a “Ausência de desafios” ficará para trás, na escalada, tanto em um ginásio como em uma rocha ao ar livre, seu cérebro será comummente estimulado para resolver questões que o fortificam para seguir até o próximo movimento.

Foto: Pixabay

No momento da escalada, o movimento que está a sua frente no ato de subir é o único que deve chamar sua atenção naquele momento, caso contrário a subida não será realizada. O desempenho para subir os diferentes níveis de dificuldade de uma parede só ocorre quando você se concentra em sua ação e no seu conhecimento para aquele momento em específico.

O praticante da escalada, seja ela por hobby ou como um atleta profissional, necessitam de um trabalho de foco, precisam da capacidade em controlar sua atenção, bem como equilíbrio, técnica e força. Uma maneira que escaladores utilizam para os ganhos de concentração na prática do esporte e com o uso de ações pré-treino, como a visualização por inteiro do desafio que tem pela frente, o controle da respiração e afirmações mentais. São alguns dos gatilhos e exercícios que a prática deste esporte em muitas vezes pode acontecer involuntariamente no hábito de um escalador.

Mas ainda restam os tópicos 1 e 2 mencionados anteriormente. O stress por sua vez, pode ser combatido de inúmeras formas na prática da escalada, um que me chama muito atenção é o contato com a natureza, o escalador pode estar presente em locais novos, com paisagens deslumbrantes. E mesmo que você opte pela escalada em ginásios, ainda sim é possível combater o stress no convívio com uma comunidade que sempre está disposta a ajudar e que precisa se ajudar, a escalada precisa ser realizada em muitas vezes com um parceiro, criando assim uma relação social muito forte. A prática de exercícios físicos é comprovadamente benéfica e trabalha para redução stress, assim como, depressão e outros fatores mentais.

E por fim, a prática da escalada irá permear as barreiras que a rotina e as multi obrigações estão colocadas, conforme desenvolvemos o gosto pela prática da escalada, ganhamos níveis maiores de concentração e precisamos trabalhar melhor com o que temos, tendo em vista uma pessoa com inúmeras tarefas, desta forma teremos que fazer uma espécie de detox das nossas prioridades, conseguiremos focar realmente no que nos trás valor e tirar da nossa rotina o que está trazendo desgaste para a dificuldade de concentração.

A concentração para ganhos de eficiência na escalada

O que percebemos aqui e que ficou claro, é que a escalada nos trás ganhos e combate nossa dificuldade de concentração em atividade rotineiras, tais como trabalhar ou estudar. Porém a concentração deve ser constantemente trabalhada para melhorar ainda mais os níveis e ganhos no esporte em questão. Existem vários exercícios que ajudam você a aperfeiçoar e a desenvolver suas habilidades mentais, para crescer cada vez mais neste esporte que exige tanto dos bloqueios mentais para uma concentração plena na prática.

Além de exercícios e práticas para escaladores, que ainda listaremos neste blog, existe um livro chamado “O caminho do guerreiro da rocha” escrito por Arno Ilgner, eu mesmo li e posso confirmar que a abordagem psicológica do livro fazem dele uma obra para vivenciar dentro e fora da escalada.

Conclusão

Com a rotina de pressões que enfrentamos diariamente por diversos fatores externos e internos, fica inegável dizer que a dificuldade de concentração é quase que habitual para boa parte das pessoas, porém a prática da escalada pode ser fundamental para resolver todos os (ou os principais) fatores que levam para essa deficiência.

Se você já é escalador, experimente analisar o quanto a escalada mudou a sua forma de agir diante das ações rotineiras, analise o antes e o depois, veja como você se comportava no seu dia a dia antes da escalada e quais foram os ganhos de concentração que conquistou. Se você ainda não é escalador, vale a pena dar essa chance, a introdução na comunidade da escalada é muito simples e de fácil acesso tanto em centros urbanos como em regiões afastadas. Essa é uma forma simples que pode melhorar e alavancar os níveis de concentração para sua rotina aliada a prática esportiva.

Escreva um comentário