Tag

montanhismo

ChimaRocks

O Morro do Canal faz parte do Parque Estadual Pico Marumbi, na região metropolitana de Curitiba, com seus 1359 metros de altura de pura beleza, o Morro do Canal é um local excelente para quem deseja conhecer um pouco mais das montanhas do estado do Paraná. Com fácil acesso, os aventureiros encontram possibilidades de muita diversão, escalada, rapel e claro, trekking.

Você ainda não conhece o Morro do Canal? Continue a leitura e veja em detalhes, onde fica, como ir, condições da trilha, vias de escalada, travessias, curiosidades e tudo o que você precisa saber antes de ir.

Onde fica

O Morro do Canal está localizado em Piraquara, na região metropolitana de Curitiba, aproximadamente 40km do centro da capital paranaense.

Mas e de fato, o Morro do Canal onde fica?

Morro do Canal - Sítio
Sítio do Seu Zezinho (ou Sítio Rocha)

Sendo mais específico, o morro está localizado dentro de uma propriedade particular, o conhecido Sítio do Seu Zezinho (ou Sítio Rocha), o sítio fica no caminho dos Mananciais da Serra, em Piraquara.

O Sítio do Seu Zezinho, também chamado de Sítio Rocha, ou simplesmente, estacionamento do Morro do Canal, é um espaço que contempla lanchonete, banheiros, espaço para camping (o camping fica no sítio, é proibido acampar no morro), estacionamento e uma fonte de água corrente, natural de uma bica fresquinha da região. A entrada a propriedade tem custo de R$10,00 por carro.

Morro do Canal, como ir?

Para chegar saindo de Curitiba, a maneira mais fácil de ir até o morro é de carro pela BR 277 e para quem sai de Piraquara, pode-se optar por seguir pela Rodovia João Leopoldo Jacomel.

Morro do Canal - Represa
Represa vista do Morro do Canal

O acesso via BR 277 começa próximo ao pedágio que liga Curitiba até Paranaguá, saindo de Curitiba em direção Paranaguá, ao avistar o último retorno (bem próximo ao pedágio) faça o retorno e percorra por aproximadamente 900 metros sentido contrário ao litoral paranaense, fique atento, a entrada estará em uma estrada de chão a direita. Você deverá percorrer pouco mais de 10km nesta estrada de chão.

É possível ir com carros populares, pequenos e sem tração 4×4, apenas não aconselhamos carros rebaixados, existem trechos de subidas e pedras que podem dificultar o acesso. Também é bem comum o acesso de bicicleta, possivelmente você irá cruzar alguém pedalando neste percurso, porém existem subidas exigentes e um pouco longas para quem não estiver acostumado com estrada de terra.

Nesta estrada, você passará por 5 possíveis bifurcações, a primeira será na barragem dos Mananciais da Serra e seguindo pela direita, a represa estará logo ali, então continue a sua direita seguindo pelas margens da Represa Piraquara 2, continuando seu caminho na próxima bifurcação pegue a esquerda, seguindo mais um pouco, encontrará outra possível bifurcação, mas continue seu caminho para a esquerda e nas próximas bifurcações siga sempre pela direita até a estrada acabar no portão do Sítio do Seu Zezinho.

E a trilha para o Morro do Canal?

Morro do Canal - Trilha
Subida com raízes e pedras

Parando seu carro dentro do sítio, a entrada para o morro esta logo ao lado do estacionamento, bem sinalizada, ali ainda você pode optar por subir para o Morro do Vigia e Torre Amarela, pegando a trilha para a esquerda, decisão que pode ser tomada logo na entrada, ou então seguir para a trilha do Morro do Canal.

Deste ponto do estacionamento até o cume do morro, são aproximadamente 370 metros de altitude, em uma caminhada de mais ou menos 1300 metros, o percurso de subida leva um tempo médio de 1hora e meia a 2hrs até o cume, passando por alguns pequenos trechos de grampos metálicas presos nas rochas e rampas com corrente, que facilitam a subida e a descida, principalmente em dias mais úmidos ou chuvosos.

A trilha do Morro do Canal é bem óbvia, com algumas demarcações e setas fixadas na rocha, pode se afirmar que é de nível iniciante, porém como qualquer montanha, podem se encontrar desafios pelo caminho, tais como raízes e pedras, portanto, em caso de dúvidas, procure uma pessoa que já conheça os desafios, ou contrate um guia.

Por do Sol no Morro do Canal
Por do Sol no Morro do Canal

O visual no cume é maravilhoso, é possível avistar a mesma represa que você passou durante a ida pela estrada, a represa vista de cima deixa a paisagem ainda mais fantástica, é possível visualizar também a região dos Mananciais da Serra de um lado e do outro a Baia de Antonina, portanto chegando ao cume, desfrute do momento, aproveite a paisagem, coma, beba um chimarrão, se hidrate e tire fotos.

Vias de Escalada no Morro do Canal

Um dos grandes atrativos do Morro do Canal são as vias de escalada em rocha, que atrai diversos escaladores da região, possuindo mais de 60 opções de vias em diferentes tipos de escalada.

O tipo de rocha encontrado lá é o granito, possibilitando uma escalada com ótima aderência e uma textura que inclui cristais as vezes maiores e outras vezes bem pequenos para utilização de agarras.

Com uma corda de 60 metros é possível escalar tudo por lá, existem também vias em móvel e boulders, vai do gosto de cada escalador. Os níveis variam do 4º até o 10º. Existem duas vias muito tradicionais por lá, ambas ficam próximo ao cume, a Viaduto 7a e a Pirilampo Espacial 5sup, o setor da Pirilampo pode ser visualizado no vídeo logo abaixo.

Trilha e escalada no Morro do Canal

Para mais informações sobre escalada no Morro do Canal, aconselhamos que comprem o Guia de Escalada, produzido pelos escaladores Andrey Romaniuk e Josman de Marchi Alves, o guia entra em detalhe com mapas, linhas e descrições de cada uma destas vias. O Guia de Escalada do Morro do Canal pode ser adquirido neste link.

Travessias

Travessia Morro do Canal
Torre Amarela vista do Morro do Vigia

Ainda no estacionamento da chácara do Morro do Canal, existe a opção de fazer a caminhada para o Morro do Vigia, nesta opção também é possível chegar ao Canal por uma trilha que liga os dois morros, incluindo a Torre Amarela no percurso, esta pequena travessia que dá acesso ao Morro do Canal é um pouco mais exigente e não está tão bem demarcada quanto a trilha principal e pode levar algo em torno de 2 a 3hrs. Portanto, para quem ainda não conhece o Morro do Canal, sugerimos subir pela trilha principal que vai direto ao cume do morro em questão.

Existe também uma outra famosa e fabulosa travessia que percorre toda a Serra do Marumbi, um percurso de aproximadamente 20 km de extensão, que passa por mais de 10 cumes de montanhas, terminando no Conjunto Marumbi. A travessia é exigente e chama-se Alpha-Ômega, seu início acontece no Morro do Canal.

Informações úteis

Como qualquer outra montanha, tenha prudência e responsabilidade, tanto em segurança pessoal, como em questões ambientais, portanto:

Morro do Canal - Informações
Orientações no Morro do Canal
  • O local, apesar da grande quantidade de visitantes, está bem preservado, portanto, traga seu lixo de volta;
  • Como já foi dito, é proibido acampar no morro, se deseja acampar, monte sua barraca no Sítio na base do morro;
  • Não faça fogueiras e não utilize qualquer instrumento que possa ocasionar fogo indevido na mata;
  • Respeite a região e a população local, não grite, deixe a natureza em harmonia e deixe tudo em seu devido lugar, com isso você estará colaborando e inspirando outras pessoas com educação.
  • Você é responsável por sua segurança, não se arrisque, o salvamento nessa região pode ser complexo e muito caro;
  • E por último, faça um planejamento antes de se dirigir até o morro, informe-se com quem já conhece, compre o guia, verifique seu condicionamento físico, leve água, alimentos leves, protetor solar e sacos plásticos para guardar seu lixo.

O Morro do Canal em Piraquara é um ótimo local para diversão e faz parte da história do montanhismo paranaense, para quem ainda não conhece, vale muito a pena conhecer este morro que deve estar na rota de montanhistas e aventureiros de todos os lugares do Brasil. Para mais informações ao Morro do Canal Telefone 41 99597-2012 e boas aventuras.

Escalada no Morro do Canal
Escalador: Josman Alves – Via Nenê – (Foto: Ricardo Andrioli)